RSS

Sombras sobre a China

15 out

GILLES LAPOUGE

O Estado de S.Paulo – 15/10/11
Os Estados Unidos sofrem, a Europa sufoca, a África tem fome, mas a China atravessa, impassível e triunfante, a crise econômica: essa é a “ideia recebida”, a “verdade revelada” compartilhada por quase todos no planeta. E, em certo sentido, esse “dogma” da invulnerabilidade da China é tranquilizador. Enquanto o motor chinês continuar ligado, distribuirá sua energia aos outros continentes.

O problema é que, de uns meses para cá, esse “dogma” está fazendo água. Sinais inquietantes chegam da China. Em agosto e setembro, o superávit comercial chinês, tradicionalmente colossal, recuou. A razão é evidente: com a redução do consumo na Europa e nos EUA, a China viu seus mercados encolherem.

Podem-se ilustrar essas dificuldades comerciais pelo pânico que atinge as pequenas e médias empresas (PME) Na província de Zhejiang, 400 quilômetros ao sul de Xangai, que está repleta de pequenas empresas exportadoras, as falências aumentaram. Desde o início do ano, fecharam 72 mil pequenas empresas das 360 mil PME da região. Os jornais de Hong Kong se alarmam. A epidemia de falências assume as proporções de uma “histeria”, dizem eles.

Segundo a internet chinesa, fato confirmado pela imprensa, 200 empresários da região desapareceram, no último ano, abandonando seus negócios. Essa hemorragia culminará no período do ano-novo. Trata-se de um hábito chinês: os empresários em dificuldade aproveitam o ano-novo para desaparecer sem pagar seus assalariados.

O mesmo fenômeno é assinalado em outras regiões. Ocorre que a economia chinesa repousa precisamente sobre as pequenas empresas. Segundo a agência Nova China, as PME criam 80% dos empregos do país. Em Pequim, planos de urgência são imaginados às pressas para aliviar os pequenos proprietários. Esses planos passam por uma reforma do sistema de crédito. A verdade é que os bancos preferem antes emprestar às grandes empresas que às pequenas. Uma consequência disso é que as PME cujos caixas estão vazios recorrem a “sociedades de garantia privadas” que praticam taxas de juros abusivas: no mínimo 20%. Em certos casos, até 100%. É a morte.

A desaceleração da China é observada também em outros países da Ásia. O Fundo Monetário Internacional (FMI) lançou um alerta. É fato que a região asiática resiste melhor que os EUA e, sobretudo, que uma Europa em debandada. Mas ela começa a sofrer. E sofre, precisamente, por causa da queda de atividade nos outros continentes. A China está doente. Seu mal se chama Estados Unidos e Europa. Pela primeira vez, o FMI salienta “a vulnerabilidade da Ásia e da China à deterioração da zona do euro”.

Outro perigo se perfila: parte das monumentais reservas cambiais chinesas está no Ocidente. Esse é outro pesadelo de Pequim porque essas reservas poderiam se encontrar em perigo no futuro por artes da globalização. / TRADUÇÃO DE CELSO PACIORNIK

Fonte:

http://arquivoetc.blogspot.com/2011/10/sombras-sobre-china-gilles-lapouge.html

 
43 Comentários

Publicado por em outubro 15, 2011 em Uncategorized

 

43 Respostas para “Sombras sobre a China

  1. ANA GENILIA da COSTA

    outubro 17, 2011 at 6:59 pm

    “Vamos aguardar para ver o resultado.”

    Caro Surf, sem gozações, achei engraçado este teu trocadilho “só quero vê no que vai dá!” viu?!?!?!
    Você, nós, tanto quanto eu, já percebemos pela cor das nuvens que vem chuva brava sobre nós, pois o tempo está se exaurindo, e este estado de coisas que ora vislumbramos no horizonte quando este capitalismo paranoico desmedido e sem fronteiras que não percebe o fogo cada vez mais intenso, e quente, acabará como nas explosões solares, e sem controle, atingirá o front do capitalismo. O mundo, com a sua humanidade não suporta mais esta selvageria de ambição, e individualismo, pois tudo tem limites, e o limite está com seus dias contados, e a CHUVA CAIRÁ.

    Nós, que andamos na luz da verdade, e não nos empolgamos com deuses humanos como os que norteiam o norte da América, e ainda mantém a esperança em serem os proprietários do GLOBO TERRESTRE, não temeremos os males que porventura venham sacudir este horroroso estado de coisas, que por certo, TERÁ UM FIM, e a verdade soberana prevalecerá. Este planeta já foi testemunha de muitas sacudidelas catastróficas, mas a semente do bem está entre nós.

    A regrinha é: PREPARAÇÃO!

    Abç
    Ana

     
    • Jose Mario HRP

      outubro 17, 2011 at 7:03 pm

      Fala Ana! Beleza!, e boa noite!

       
    • surfando na jaca

      outubro 17, 2011 at 8:30 pm

      Um abraço, Ana. vamos nos preparar para um mundo melhor. Pelo menos estou mais esperançoso com a reação mundial aos banqueiros e à crise.

       
  2. Proftel

    outubro 17, 2011 at 6:27 pm

    Pessoal!

    Post novo aí em cima, tomara que o povo leia antes do programa.

     
  3. Jose Mario HRP

    outubro 17, 2011 at 10:08 am

     
    • Surfando na jaca

      outubro 17, 2011 at 3:10 pm

      Obrigado, HRP. Essas informações quando divulgadas, se realmente colocarem a roubalheira dos nababos capitalistas à mostra será uma grande contribuição para a humanidade. Começa a surgir um movimento mundial contra os paraísos fiscais. Esse pessoal do Serra -Dantas riem das nossas caras de contribuintes patetas, enquanto faltam recursoso para a saúde, educação etc.

       
  4. BRANCALEONE

    outubro 16, 2011 at 9:13 pm

    É isso ai surf.
    Vivo e deixo viver ou se for o caso, deixo morrer
    Tambem não faço nada de mal nem de mau mas me obrigo a viver em meio ao mal e ao mau.
    Não tenho opção de mundo. Só me deram esse para viver.
    Abraços.

     
    • Surfando na jaca

      outubro 16, 2011 at 9:38 pm

      Sim, mas a questão é tirar proveito de um mal imposto conscientemente aos seus semelhantes. Tipo comprar material contaminado de hospitais ianques e vender baratinho para a população pobre do nordeste. Isso jamais farei e desejo cadeia aos que fazem.
      Sacou, né? Abs.

       
    • Jesus era Comunista

      outubro 17, 2011 at 12:10 am

      Brancaleone

      Todo mundo faz a mesma coisa.

      Só que temos noção que pode ser diferente, e falamos que pode, porque pode e porque é falando que a gente pode melhorar.

      No entanto, parece que a diferença de pensamento entre nós e você é que você não acredita que um dia pode melhorar.

      Mas o pior é que pode, se hoje temos a Monsanto e outros tentando nos matar ou subjugar, antigamente tunha os romanos, os assírios, os gregos, os hunos, etc, correndo atrás da gente para chupar nossa jugular.

      Me parece que neste caso, a diferença entre você e nós, é que parece que você gosta desta situação e nós não .

       
  5. BRANCALEONE

    outubro 16, 2011 at 8:40 pm

    Surf…
    Pelo modo que você comenta e me critica posso imaginar como vc vive.
    Certamente numa comunidade de naturalistas, quiça´nudistas. Certamente trabalha voluntaria e gratuitamente como enfermeiro para Madre Teresa de Calcutá ou como cozinheiro em algum acampamento de refugiados etiopes. Não consome nada que não seja produzido por empresas com selos verdes ou certificações politicamente corretas. És um exemplo de bom moço, de cidadão consciente. Vai trabalhar de bicicleta ou carro elétrico e a empresa em que trabalha deve ter alguma ISO 30.000 onde não se produz, nem se vende nem se compra nada que não venha de outras empresas boazinhas, ecológicas e comprometidas com o bem estar da humanidade.
    Vc nunca furou um sinal vermelho. Jamais estacionou por segundos que fossem em lugar proibido. Dirige sempre dentro do limite de velocidade e doa 50% do seu salário a entidades beneficientes.
    Tambem pode não ser nada disso. Tudo é só discurso. Papo revoltado pra parecer preocupado. Para mim não faz diferença.
    Para cada mil Surfs românticos existem felizmente uns 10 Broncões trabalhando e de alguma forma gerando algo de bom – claro que no processo se tem perdas e baixas mas não se faz alguma coisa sem que outras sejam desfeitas.
    Não concordo com o que vc diz nem a forma como me critica mas defendo seu direito de fazer isso.
    Vale o papo.
    Eu me amo como sou.

     
    • Surfando na jaca

      outubro 16, 2011 at 9:06 pm

      Broncão, última pessoa que imagino vir de chororô contra as minhas críticas seria vc. Narciso igual não conheço. Mas é preciso ter amor próprio. Vc. sabe que o mundo não é preto ou branco. Nem vem com essa de escolha entre ser o Broncão (senti que ainda resta uma consciência adormecida em vc.) e a Madre Tereza de Calcutá ou Gandhi. Agora sempre respeitei a lei, menos quando a lei era inconstitucional. Posso não ser tão bom moço, mas faço meu trabalho corretamente e sem crimes ambientais. Não posso ser acusado pelas falhas das autoridades na fiscalização dos materiais que a empresa emprega. Não é esse meu papel. Nem sou natureba radical. E defendo a necessidade de produzir mais e melhor, distribuindo renda. E trabalho para o fim do capitalismo no que posso, embora seja obrigado a viver nesse sistema econômico. Ou seja, talvez imaginar que o mundo seja bipolar aplaque sua consciência negativa das merdas que andas fazendo. Como disse, parece que ainda existe uma Madre Tereza nesse seu corpinho.

       
  6. Surfando na jaca

    outubro 16, 2011 at 7:14 pm

    Broncão, a humanidade não deve esperar nada de vc. e é claro que as pessoas que são diferentes de ti, as tomará como hipócritas. É gente como vc., porém melhor sucedidas na ganância, que está sendo alvo das manifestações no mundo inteiro. Eu teria vergonha de ser tão troglodita.

     
  7. BRANCALEONE

    outubro 16, 2011 at 6:05 pm

    O divertido é ver gente por aqui caindo de pau em cima da monsanto, do Steve Jobs e dos ianques alem é claro dos capitalistas tupiniquins e dá-lhe comprar quinquilharias chinesas sem nem sequer se preocupaer com quem e como são produzidas estas quinquilharias…
    Hipocrisia é pouco. Eu por mim assumo o que sou, sem discursos lindos e sentimentais. Vivo no mundo e dele tiro o melhor proveito. Não me meto a querer salvar os pobrinhos do planeta porque existem pobrinhos que precisam ser salvos e outros nem tanto.
    Vivo e deixo viver ou se for o caso, deixo morrer.
    A farinha é pouca então, meu pirão primeiro. Sem hipocrisia.

     
  8. BRANCALEONE

    outubro 16, 2011 at 5:57 pm

    Convenhamos que a economia chines atual é uma aberração. Por lá reuniu-se o pior do comunismo com o pior do capitalismo e nenhuma das vantagens de nenhum dos sistemas.
    Nenhuma legislação ambiental, nenhuma legislação trabalhista. Exploração infantil por lá nao é crime, é necessidade economica do estado.
    O pior é que a China parece que esta assumindo o domínio da economia do mundo ou pelo menos esta se tornando “parceira” de muitos paises – inclusive o Brasil que compactua com a exploração do trabalho infantil –
    Para os que agouram e comemoram o fim dos EUA um alerta – Se voces acham que o domínio ianque é ruim, esperem para ver o que será um domínio chines…

     
  9. surfando na jaca

    outubro 16, 2011 at 12:54 pm

    As formas de comunicação são engraçadas. O Facebook é sempre lembrado por permitir reencontros com antigos amigos de infância e adolescência, como o tempo pudesse ser driblado numa ginga de Garrincha de teclar de dedos. Outro dia, encontrei uma antiga amiga, dos tempos de segundo grau. Estava trabalhando numa seguradora. Prometemos nos telefonar e bater um papo. Imediatamente ela me telefonou. Conversamos sobre o que fazíamos e até que a conversa ficou patética. Não tínhamos o que dizer um para o outro. Percebi que a vida é mais dinâmica que a memória e que sem a vivência do cotidiano a memória é apenas memória, uma coisa morta que não volta mais, perde sentido. A pessoa que ela lembrava que fui era um fantasma no qual não me reconhecia ou não queria lembrar, pois era fútil e sem a vida que havia construído com a maturidade. Da mesma forma, não sabia como lembrar coisas que ela também consideraria assim, uma bobagem ou tolices de adolescentes, que nos tornaram amigos e agora não faziam sentido. Portanto, aprendi que essas incursões no passado são armadilhas idiotas, melhor é dar-lhes um aceno carinhoso e sair fora, para o futuro. É preciso construir o futuro a cada instante.

     
  10. Jesus era Comunista

    outubro 16, 2011 at 12:11 pm

    Interessante, vejam só:

    10% na China estão bem, 90% sobrevivem.

    É o número do capitalismo.

    Um pouco melhor que o feudalismo.

    Afinal, 10% estão bem á custa dos 90% dos sobreviventes.

     
    • surfando na jaca

      outubro 16, 2011 at 12:38 pm

      Fred de Jesus, estou vendo se entendo o seu raciocínio. Quanto pior a crise melhor para a China, pois vende mais barato seus produtos? Na minha humildade também posso lhe responder que não entendo essa sua lógica. O mercado encalha, mesmo que os preços desçam não tem quem compre e se o preço não remunerar os fatores de produção, não haverá lucro e a empresa fali. Veja, Carecão de meu Deus, seu raciocínio poderia ser aplicado a qualquer país, pois em crises os preços baixam e esse é o problema, a margem de lucro despenca e a produção se retrai. Não vai ser diferente na China, pois isso é o movimento da economia capitalista, do mercado desde quando gente é gente.
      FDA não comentou uma linha sobre a manifestação em Paris. Vejam bem, o mais afrancesado de todos os brasileiros sequer escreveu uma palavra sobre um fato tão importante. Estou animado com a reação popular diante a jogatina financeira. Numa Europa que havia se fechado à direita, com governo neoliberais ou enrustidos, surge uma multidão que quer mudanças, embora não definam um programa ou a mídia não o divulga.
      O FDA reclama que esse espaço não serve para nada. Ora, nisso encontramos uma tremenda contradição, pois estamos aqui para lê-lo também, o que significa que o que ele escreve para nós não tem a menor relevância, que ele se considera um zero à esquerda e quenada tem a dizer para ninguém. Aprenda uma coisa, FDA, que quem faz um espaço de comunicação somos todos nós. E a internet está cheia de blogs egocêntricos e censurados. Aqui é espaço livre e quanto mais espaços livres tivermos mais interessante poderá se tornar a comunicação entre as pessoas. Quanto a sermos um grupo de amigos virtuais, espero que isso não seja uma coisa ruim. Mas temos opiniões diferentes sobre os assuntos do mundo. De resto, pode ser uma diversão se assim o compraz. Saravá!

       
      • Jesus era Comunista

        outubro 16, 2011 at 1:03 pm

        Companheiro bordunado Jaca de Deus

        Você viu a disparidade de preços?

        Uma compra que faria aqui por no mínimo R$500,00 eu compro por R$60,00?

        800%!

        Se os europeus ou americanos que compram os mesmos produtos que eu para fazer seus barcos não podem mais comprar em seus países, porque seu padrão de vida caiu você acha que eles vão comprar onde?

         
        • Surfando na jaca

          outubro 17, 2011 at 12:22 am

          Carecão de Jesus, quem desce a borduna na lomba dos direitobas sou eu. Então deixe de blasfêmias. Quanto ao seu comentário parece mais coisa de chinês, em mandarim. Faz tempo que a China ganha a concorrência dos preços de mercado. O trabalho lá é baratéssimo, tem chinês trabalhando a troco de banana. Então, carecão, eles já compram, assim como nós, os produtos chineses, roupas da Índia, México, Vietnam etc. Esses preços vão cair mais, ao encalharem. Isso é o início da crise. Depois da paralisação da produção, vem a inflação, os preços sobem. Acontece é que o primeiro mundo vai cortar as compras. Não vai ter barquinho vai e nem barquinho vem. Sacou, marujo?

           
          • Jesus era Comunista

            outubro 17, 2011 at 10:06 am

            Bordunado

            O tempo vai dizer, é óbvio que o PIB Chinês vai diminuir, mas aposto que não desce a menos de 5% a 6%.

            Beijão na careca cheia de galo

             
  11. Jesus era Comunista

    outubro 16, 2011 at 12:02 pm

    Não entendo nada de economia, nem de China.

    Mas sucesso não é a toa.

    O sucesso sempre tem um motivo de ser.

    O da China, é o preço. E quanto mais fudido tiver a economia mundial, mais barato vai ficar os produtos da China, porque se os produtos que ela faz tiver componentes de alta tecnologia ou não feitos no leste ela vai poder exercer seu poder de mercado em cima dos pobres fabricantes do leste.

    A China tem 10% de classe rica e média alta. Pouco não é?

    Só que tem um detalhe, bem pequenininho, são 200 milhões de habitantes, igual a população dos USA ou do Brasil.

    Ou seja existe uma nação inteira igual ao Brasil ou USA, muito bem, obrigado.

    Acabo de receber agora, neste momento, uma compra que fiz em Hong Kong.

    Um medidor de velocidade de vento (anemômetro), duas balanças eletrônicas portáteis, e uma pilha life de 3,4 volts.

    Farei uso delas nos meus barquinhos radio controlados.

    Bem, tudo custou R$108,00, com frete e tudo, sendo que o frete é quase 50% do preço.

    Um anemômetro igual ao que comprei está na loja R$300,00, a pilha R$50,00. as duas balanças tem no Mercado Livre mas não sei o preço.

    Então pela meu humilde conhecimento de sobrevivência econômica eu acho que quanto mais fudido estiver o Leste, melhor para a China.

     
  12. surfando na jaca

    outubro 16, 2011 at 11:58 am

    Aqui é assim, fala-se o que quer e ouve-se o que não quer.

     
    • surfando na jaca

      outubro 16, 2011 at 11:58 am

      A Sócocoricó desapareceu. Não conseguiu fazer negócio e se mandou.

       
  13. Jose Mario HRP

    outubro 16, 2011 at 7:44 am

    A Veja como sempre manda bala em matéria sensacionalista e sem prova alguma a não ser um alcagueta que está sendo cobrado pelo acusado por desviar 03 mi!
    O ministro dos esportes foi metralhado pela revista com N acusações sem prova decentes e agora fica falando ao vento vitima de condenação sem ao menos ter tido direito a um mínimo de direito de defesa!
    Porca e suja Veja , por ela as vezes fico com idéias de Jerico sobre liberdade de imprensa!
    Bom dia….

     
    • surfando na jaca

      outubro 16, 2011 at 10:46 am

      HRP, o PC do B disse que irá até o fim nesse caso com a Veja, cobrando as provas da acusação. Foi uma matéria venal. Vamos aguardar para ver o resultado.

       
    • surfando na jaca

      outubro 16, 2011 at 11:29 am

      Seria interessante se a máscara da Veja caísse de vez. Ou seja, não havendo evidências da acusação, que o PC do B pedisse retratação moral e indenização.
      FDA, vc. não precisa de convite e sei que voltarás.

       
  14. FDA

    outubro 16, 2011 at 5:40 am

    Caro Proftel,

    Quando lancei a “corrente” de Souria Houria (Syrie Liberté) agradeci a sua participação e de todos os leitores que a assinaram.

    Fiz alguns comentários. Repliquei outros comentários. Questionei outros, dei informações que jugei JUSTAS e NECESSARIAS..

    Mas que fique bem claro à vc e a seu groupinho de amiguinhos virtuis: não vim aqui comentar no seu blog para perder meu tempo.

    Perder meu tempo com boboseiras do tipo: “Ahhhh, mas foi um cascudo nesse afrancesado”. Perde meu tempo trocando “impressão”. Perder meu tempo trocando “convicções estéreis e inócuas”…

    Concordo com vc: quando trata-se de troca de informação “ninguém” esta aqui para “ganhar” ou perder” de ninguém”, para punir ou compensar ninguem, para concorrer com ninguem..

    Esse tipo de comportamento groupal é digno de molequinho no “Jardim da Infância”. De recalcado culturalmente. Ou de pessoas com probléma clinicos. Ou quem sabe de imbecis na luta pela reconhecimento…

    Quando a sua tchuma atingir uma certa maturidade para trocar informações, voltarei!

    Acho que fiz minha obrigação como cidadão do Mundo. Acho que agi corretamente.

    O contrário, seria vim aqui no seu blog, lançar a corrente de Souria Houris e sair de fininho a inglesa… Seria, a meu ver, uma maneira de instrumentalizar seu blog para satisfazer meus interesses pessoais, coisa que condeno e reprovo.

    Portanto, “au revoir”!

     
    • Pai Angola

      outubro 16, 2011 at 8:19 am

      Mizifios, di novu Pai Angola consiguiu espantá o egum afrancesado que assombrô o blogue nessis últimus dias heheummmm

      Pai Angola tem força heheummm

      Bença, fíos

      Pai Angola

       
    • surfando na jaca

      outubro 16, 2011 at 10:44 am

      Pois é. O colonizado FDA falou o que quis, como um molequinho de rua,e recebeu resposta que não quis. É da vida! O panis et circenses acabou colocando o césar FDA no papel de gladiador. Se eduque primeiro e depois volte. Até que seu comentário magoado está aceitável,sem xingar ninguém etc. Estais progredindo!

       
    • Jose Mario HRP

      outubro 16, 2011 at 11:11 am

      Gosto muito da sua cntribuição aqui, apesar de discordar muitas vezes, reflita e rertorne porque é mais que benvindo!

       
    • Jesus era Comunista

      outubro 16, 2011 at 11:44 am

      Teatrinho da píula, que o o Alfalante é o crack do FDA.

      Pessoalmente me desagrada ficar lendo tanta besteira, mas para tudo tem solução, raramente leio o FDA, a não ser que esteja na hora para fazer meu exercício de paciência diária.

      Como todo pavão psicótico precisa ficar dando esse showsinho de vou embora, mas já fala doidinho para voltar, porque aqui, agente escuta e fala, tudo, mesmo que seja lixo.

      Beijão na Careca, que você é a borduna que o jaca sempre sonhou. Viche!

       
  15. surfando na jaca

    outubro 15, 2011 at 3:56 pm

    Queridos companheiros e companheiras de blog, escrever aqui está me eximindo de dar pancadas em direitobas no Firula, mas tudo bem, pois o nível é melhor de discussão e a gente ainda pode fazer panis et circenses com o focinho do FDA (Filho de um Abestado do nordeste, um bugio ou bugre aculturado, afrancesado. Ou como diria Darcy Ribeiro, um índio genérico com manias francesas).
    Vejamos a China… No início dessa crise, uns clarividentes destrambelhados avisavam que a China caminhava para o domínio do Mundo. Essa afirmação me espantou pela tamanha bestialidade, só comparada ao conhecimento econômico da França pelo bugre genérico, o FDA. Simples, como uma economia vinculada às filiais de multinacionais e credora da dívida dos EUA poderia sobreviver à uma crise mundial pairando no seu limbo? Impossível, mas a mente de alguns jornalistas e consortes é sempre muito fértil. O que vemos é o agravamento da crise ou pilantragem dos especuladores, da distensão da crise imobiliária. Outra cafajestice intelectual é separar a crise atual da de 2009. Cafajestice que encobre a origem e seus verdadeiros culpados. Ora, havia escrito tempos atrás que o dia da cobraça terá de chegar, já que a solução do crédito financiado com dinheiro do contribuinte só seria possível com a recuperação econômica e investimentos governamentais, numa linha neokennesiana. Mas isso não se deu, ao contrário, a dívida pública explodiu no centro do capitalismo, tolhendo os investimentos governamentais, e o crédito barateado pela arrecadação fiscal sobre os contribuintes não resultou em investimentos privados, mas em rolagem do rombo da dívida imobiliária e mais especulação financeira. Resultado: Deus me livre de estar certo. Que eu esteja muito errado, pois a bomba econômica acumulou um poder elevado de destruição e a China é seu centro mais vunerável, pois a moeda e o comando das finanças mundiais continua sendo os EUA. Isso também afetará o Brasil.
    Mas o Brasil cresceu de forma controlada, freiada pelo modelo do real, de altos juros e alta carga tributária compensando a sangria dos juros sobre a dívida pública. O governo conseguiu distribuir renda e ampliar o mercado interno, nos dando uma pequena margem de autonomia ao mercado externo. Margem que não sustentará a explosão de grande magnitude. Não há economia invulnerável à crise mundial, pois o sistema econômico se globalizou profundamente.

     
    • Proftel

      outubro 15, 2011 at 4:44 pm

      Surf:

      Brigadão pela explicação (e que explicação!).

      Lhe digo na lata que seu Nick é desde o tempo do NoMínimo muito condizente com o que está por vir, o “Surfando na Jaca” se me parece cabalístico (talvez você até não tenha atentado pra isso ao criar).

      Não tenho moto nem carro mas, fico com dó dos que possuem principalmente os importados, você ainda verá veículos largados nas ruas por falta de peça quando pararem. Suponho ainda muito desemprego por conta de falta de componentes e manutenção de equipamentos em muitas fábricas. A criatividade do brasileiro ressurgirá com isso, nisso confio, já aconteceu antes no pré II Guerra e nos viramos de boa.

      Não se nos faltarão comida e água, talvez componentes de informática (daí, sugiro aos Confrades e Confreiras fazer um estoque de peças condizentes com o equipamento que utilizam – fontes de energia (pelo menos 4), HD’s (dois), pentes de memória (dois) e pelo menos uma placa-mãe do computador principal compativel com o processador). Adianto que já os tenho aqui em casa)

      Tenho ainda três modem”s, um em uso e dois de reserva (pra caso de incidência de raio ou outra prática que venha a queimar o “titular”).

      Você sabe que sou Geógrafo de carteirinha no CREA, quando acompanhei a última crise e vi que a China estava com aquele tanto de dólares na carteira pensei comigo: “…pronto… tá feita a merda… compraram um câncer….” .

      Hoje vejo que a coisa é muito pior que a primeira percepção, compraram também euros aos montes.

      Outra coisa que nunca engoli foi a China se fiar muito no carvão como fonte energética, deixar de lado a produção interna de alimentos em detrimento da produção voltada ao mercado externo.

      Fizeram um “pot-pourri” de comunismo com capitalismo da pior espécie, infelizmente. Chamaram mão-de-obra do campo para produzir ao mundo mas esqueceram que esse povo come, precisa se alimentar de alguma forma (e bem, visto que trabalham até 16 horas por dia).

      Não sei direito o que pode dar isso, provavelmente estejamos no limiar d’uma terceira guerra mundial, os pressupostos necessários historicamente estão presentes, infelizmente.

      Surf, brigadão aí, se cuide, no limiar da coisa, cate o carro e se mande aqui prá Anápolis, é mais seguro.

      🙂

       
      • surfando na jaca

        outubro 15, 2011 at 6:26 pm

        Brigado vc., Proftel. Agorinha mesmo vi imagens do pau quebrando na Itália. Mas se a China quebrar, se configurará um ciclo de mudanças destrutivas do capital globalizado. Primeiro, nos tigres asiáticos, depois a China e ….???? No caso da China, será um impacto bem mais grave, mas não será o fim do mundo. Embora algumas dessas empresas de carros etc chinesas ou indianas possam simplesmente sumir do mercado mundial, tal qual o Lada da ex-URSS. Tem aquele pessoal que fala na última crise do capitalismo ou num crise mais intensa que a de 1929. Eu acho que será é uma paulada na economia chinesa, como foi na crise asiática. Mas no caso dos tigres asiáticos, o capital migrou para a China, que ativava a sua economia recebendo esses investimentos. Toda crise econômica reflete também uma concentração do capital pelas empresas de maior porte e resistência. Isso é que é preocupante na China, pois a falência dessas pequenas empresas será impactante para eles. Mas existe no caso chinês, a questão extremamente favorável do custo da mão-de-obra e da montagem da grande fábrica do mundo. Não creio que isso possa levado de roldão numa crise. Mas mudanças profundas ocorrerão por lá, com a concentração da produção e a destruição do Estado regulador, provavelmente. Não será o fim do mundo, o capitalismo sempre supera suas crises, pois essas crises nunca destruíram as estruturas sociais e produtivas do capitalismo. Não será agora. Se a crise tiver um resultado positivo, este será de regulamentar a especulação financeira, como começa a ter projeção com o movimento de massas a necessidade dessa reorganização das bases desse capitalismo destrutivo. Está se tornando claro a todos os cidadãos que estão pagando o pato pelas falcatruas da elite financeira e seus paraísos fiscais. Veja que o capital não se esforçou para responder por uma legislação mais dura com a especulação, nem os Estados, dominados por essa mesma elite das finanças. Resta mesmo só a indignação do cidadão comum. Vamos ver no que dará isso.

         
    • Proftel

      outubro 15, 2011 at 7:20 pm

      Surf:

      “Intão é isso” (como diziam alguns polacos lá de Ponta Grossa).

      Meu pai conta (falei isso com ele no telefone – hoje é aniversario dele) que, quando era pequeno, levavam um dia (com quatro carroções – a dois cavalos por cada) para levar insumos de Itaiacoca a Ponta Grossa. No “predicativo” iam melancias, feijão, melancias, batatas, muito milho e repolho, por cima pés de alface.

      Se caçava codornas, tatus, veados dentre outros bichos, não havia muitas vacas, só as necessárias a se lhe prover leite em casa. Muitas vinhas haviam lá.

      Hoje você vê no Google Earth o que é Itaiacoca hoje, tudo abandonado, até um Cartório de Registro está debaixo da flora – cheguei a ver o dito cujo em pé – um polacos aos montes debandaram prá cidade que está a mercê de outras regiões para subsistência, uma colônia inteira “se fué”.

      O mesmo que rolou lá ocorrre na China, uma fuga desembestada do campo.

      É nisso que fico grilado e você se exime de falar: Fuga do campo.

      Outra coisa que você talvez por receio não comente: Guerra, Guerra Mundial, a terceira com todos os componentes históricos das outras duas presentes.

      Todos sabemos que você é Economista, teúdo e manteúdo no assunto, juro procê, fale de maneira clara sobre suas acepções nos assuntos lincados acima.

      Diga o que pressente sobre, só isso.

      🙂

       
      • surfando na jaca

        outubro 15, 2011 at 8:06 pm

        Proftel, vc. como geógrafo deve saber o fundamental sobre o assunto, que é a migração urbana que sempre acompanhou o processo de industrialização. Não existe sociedade industrial sem migração para as urbes. Em compensação para manter essa gente urbana é preciso produtividade no campo, a tal da revolução agrícola, outra face da industrial. E isso não tem volta. O que a globalização fez foi aprofundar esse movimento na periferia do mundo como vc. mesmo constata. Esse êxodo rural atingiu uma escala mundial, em direção ao primeiro mundo, como mão-de-obra barata necessária para os serviços que o cidadão primeiro-mundista amparado pelas leis sociais e pela formação educacional não deseja realizar. Na China, nem sei como está se processando esse aumento de produtividade no campo, não tenho muitas informações sobre isso no momento, pois falam muito é da produtividade industrial. No Brasil isso é bem visível, pois somos os fornecedores de alimentos e bens primários e semi-manufaturados para a indústria mundial. Por isso o Broncão anda tão feliz destruindo o meio-ambiente. Esse éum fato interessante. Veja que nos EUA, eles são apaixonados por bananas, que é um fast-food natural (alguns padres colonizadores chegaram a falar mal da banana, dizendo que por isso os índios não trabalhavam e a natureza cuidava de alimentá-los), servem banana até em avião. Mas não produzem bananas, compram-nas no Caribe. E assim uma boa parte de sua alimentação é importada. Dessa forma, que se desativa a produção agrícola, quando se torna mais barato importar que produzir. Mas e quando a economia vai mal? Terão que reconverter as áreas agrícolas com maior produtividade. Isso não se faz de uma hora para outra, então, os alimentos encarecem e tornam atrativo esse investimento. Essa chinesada vai passar o maior perrengue com o declínio econômico, por ter apostado nesse crescimento desenfreado, com verdadeiros crimes ambientais. Mas terceira guerra mundial? Que isso, Proftel, vc. já está na décima skol? As guerras mundiais foram uma acomodação competitiva entre as grandes empresas capitalistas, que ainda possuíam uma vinculação nacional visível com o Estado. Foi um momento de disputa nacional entre capitalismos no tal do imperialismo (o imperialismo era nacionalista e até a Guerra Fria). Hoje não, é o Império e todo mundo participa do Império.Ninguém quer briga no Império. Só o Império quer briga para conquistar ou dobrar os governos que entravam sua expansão, onde a energia é a base de tudo. Mas ninguém chora pela queda desses governos, contanto que o Império continue a funcionar. Ninguém está chorando pelo Gaddafi, nem a Rússia que ajudou a criação de seu governo.

         
  16. Proftel

    outubro 15, 2011 at 3:45 pm

    Pessoal…..

    Parece que o bicho tá pegando…..

    Vejam isso:

    http://g1.globo.com/mundo/fotos/2011/10/veja-imagens-de-protestos-dos-indignados-pelo-mundo.html#F282936

    Tenho muito orgulho que nossa bagaça tenha divulgado desde o começo a insurgência.

    Não dá prá viver com um juros de mais de 180% no cheque especial, não dá prá ninguem viver pagando pra viver.

    Pagar imposto é uma coisa, sustentar outros dois “membros” na família que nem conheço é outra completamente diferente, pior que que se nos são impostos a partir d’onde trabalhamos.

    No meu caso sustento só um, a outra conta é “conta salário”.

    O banco que movimento se me custa quase o mesmo que a Duda no que tange a alimentação.

    :-/

     
  17. Proftel

    outubro 15, 2011 at 1:05 pm

    HRP:*

    Eu não só li notícia sobre isso, também passou na Band um NCSY com o mesmo tema senão me engano na quinta-feira.

    Um avião desses atacado com um vírus fez muita merda (no seriado).

    É um excelente exemplo da “realidade imitando a ficção” ou “a ficção prevendo a realidade” kkk.

    Bem lembrado o assunto.

    🙂

    *outra coisa, hoje é aniversário do meu pai, como conheço os horários dele, lá prás cinco da tarde darei uma ligada. Lembrei disso por conta de não saber se você está em Santos ou no Planalto.

    Bração aí.

    🙂

     
  18. FDA

    outubro 15, 2011 at 12:00 pm

    Pronto,

    Começou o delírio mediático do que diz as midias brasileiras no blog do Alfalante…

    “A Europa sufoca” esta “Fodida”! KKKKKK, não sei onde?

    O povo Europeu vive tão sufocado, tão “fodido” que essa semana saiu un estudo aqui na França segundo o qual 7,3 sob 10 franceses jugam que eles vivem muito bem obrigado…Confiram aqui:

    http://www.oecd.org/document/20/0,3746,fr_2649_201185_48791316_1_1_1_1,00.html

    http://www.oecd.org/document/47/0,3746,fr_21571361_44315115_48858671_1_1_1_1,00.html

    Se é isso que é viver no “sufocado” ou “fodido”, eu quero mais é viver neste sufoco, nesta fodelança, viu..

    Vão se informar com estudos sociológicos ou informações credíveis, cambada de preguiçosos…

    Esse povo parece ouvido de mãe de moça virgem, vive se emprenhando pelo ouvido ou pelo que lê..Oh geraração blim blim perdida, viu…

    Depois ficam ai reclamando da ansiedade, do stress, das depressões da vida, e outras coisitas mais..

     
  19. Jose Mario HRP

    outubro 15, 2011 at 11:53 am

    OFF TOPIC para o Alex, que “manja” muito disso,sensacional o que a molecada faz!

    http://movv.org/2011/10/13/os-ucavs-predator-da-usaf-foram-infetados-e-estao-por-um-virus-keylogger/

     
  20. Proftel

    outubro 15, 2011 at 11:41 am

    Surf:

    Tem mais alguns dados sobre isso?
    Qualquer coisa que se diga sobre a China hoje creio é relevante, está no tempo de colocar as barbas de molho?

    🙂

     

Obrigado pelo seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: