RSS

Banco Público X Banco Privado (continuação):

17 dez

Disse um tempo atrás que desceria o cacete de novo  se alguma coisa desse errada, e deu!

No meu caso, liguei prô “0800” na quarta-feira passada (14/12/2011) solicitando informação de onde criaram minha conta na Caixa Econômica Federal para percebimento do salário de funcionário público aqui em Goiás.

A moça, tadinha, depois de solicitar meu CPF, nome completo e data completa de nascimento já foi logo dizendo o endereço da minha agência assim: “Av. Tal, número tal, Centro, CATALÃO!”

Quase caí duro, já lá se vão quase NOVE anos que resido em Anápolis!

Falei pra moça que não tem culpa nenhuma no cartório assim: “Moça, gastar seis horas de ônibus pra ir e mais seis horas pra voltar daqui à Catalão, tirar 440 reais d’uma conta é um absurdo!”. No que fui tangenciado a procurar um gerente da Caixa Econômica Federal aqui na cidade, foi o que fiz.

Cheguei na Agência, fui quase que prontamente atendido depois de vinte e cinco minutos, o gerente (na verdade um caixa na função de) foi solícito pacas, preencheu “trocentos” dados (até perguntou quando fui admitido no Funcionalismo público em Goiás – até foi engraçado, quando ele perguntou isso eu meti uma pendrive na porta usb do computador dele e disse “vai na pasta “documentos- Curriculum Vitae”, tá tudo aí. O cara ficou apavorado, creio que eles não podem usar pendrives kkkkk).

Bom, esse foi o primeiro, o do “cadastro” que obtusou minha conta em Catalão e criou outra em Anápolis.

Daí passei pra outra mesa, uma moça oferecendo cartão de crédito e outras vantagens  inerentes à “nova conta”, declinei e fiz uma senha provisória daí, perguntei como fazer uma conta pra movimentar tudo que quero na internet como faço no Itaú, me passaram pra outra “gerente” (e já lá se vão uma hora e meia no ar condicionado sem fumar, já tava dando agonia – apesar do café, bolachas etc. servidos à mesa muito decentes).

Na terceira “mesa”, uma dona simpática pra criar a tal senha de internet, não gastei nem quinze minutos mais os quinze que fiquei esperando pra ser atendido (foi o tempo de “descer”, fumar um cigarro e voltar).

A dona me deu um papel com senha provisória e tá, “o Sr. Tem cinco dias pra cadastrar a nova senha”.

Até aqui foi tudo muito bonito, muito legal kkkkkkkkkk.

O que tá pegando é hoje, tentem entender uma porra dessas que copiei da segunda passagem pra criação de “senha”:

“Cadastro

Usuário e Senha

USUÁRIO
O usuário é utilizado para aumentar o nível de segurança na identificação do cliente e deve ter de 10 a 20 caracteres alfanuméricos (letras e números). Para a criação do usuário escolha uma combinação de acordo com as seguintes regras:

  • O campo usuário deverá possuir obrigatoriamente letras e números.
  • Não deverá possuir caracteres especiais (*,#,?…).
  • Não deverá ter caracteres acentuados (Ã,É,Õ, …).
  • Não deverá possuir espaços em branco.

SENHA INTERNET
Para sua segurança, não utilize informações óbvias, tais como: datas de aniversário, números de telefone, placas de carro, nomes de pessoas conhecidas ou da família, números de documentos pessoais, combinações parecidas com suas outras senhas.
Sua senha internet deve ter de 6 a 8 caracteres alfanuméricos (letras e números).
Para a criação da senha internet escolha uma combinação de acordo com as seguintes regras:

  • A nova senha internet deverá possuir obrigatoriamente letras e números;
  • Caracteres maiúsculos e minúsculos são considerados diferentes, mesmo para a mesma letra;
  • Não deverá possuir seqüência simples, como por exemplo: a12345, abcde1, caixa012;
  • Não deverá possuir seqüência alternada, como por exemplo: a1d2h3, a1b8c4;
  • Não deverá possuir mais de duas letras ou números repetidos, como por exemplo: 1ABACAXI (três repetições da letra A), a1d1f1 (três repetições do número 1).

ATENÇÃO: O sistema considera diferentes caracteres maiúsculos e minúsculos, mesmo tratando-se da mesma letra.

Defina Usuário e Senha Internet para acessar a CAIXA via Internet.”

Pô!

A conta é minha, quem deve ditar a senha sou EU, é coisa pessoal e intransferível!

Se aceitam números e letras, se eu quiser uma senha assim  “toputodavida2” eles TEM que aceitar e pronto!

Bom, resumindo, já falei com meu gerente do Itaú, ele disse pra aguardar uns três meses a coisa esfriar e, daí, vou concentrar os dois pagamentos (do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal) só lá.

Gente, ODEIO Bancos, sempre tive problemas com Banco, eu PAGO pra receber talão de cheque em casa, gosto de trabalhar tudo pela internet (até compras que faço no Mercado Livre transfiro de boa aqui de casa direto prá conta do vendedor).

Sei que custa caro, por exemplo, 4,50 de tarifa por talão de cheque entregue em casa mas, a passagem de ônibus daqui de casa ao centro é 2,20 (4,40 ida e volta) e não terei que pegar quase uma hora de fila no caixa; ) Os juros são altos no “especial” mas evito usar ao máximo, não tenho cartões de crédito, sou “ciscado” com esse tipo de crédito (quebrei os dois que tinha no alicate, o pedaço maior ficou com 4 milímetros).

De certa feita no maior sufoco precisei d’um empréstimo de 600 contos, uma dona do serviço disse pra não pegar no Banco, que ela tinha um pessoal que arrumava com juros mais baixos e entrei na dela, me lasquei, acabei recebendo na conta o que precisava uma semana depois e quase perdi todas as vantagens que tenho no Banco que uso frequentemente, foi de lascar. (ainda bem que conheço o gerente, ele segurou as pontas e ainda me deu uma bronca, provou por “a” mais “b” que fiz cagada no empréstimo).

Colafina:

Esse Post não tem nada a ver com o Open que abri pra você aí embaixo, quero deixar bem claro, sei que você trabalha na Caixa e, como funcionário exemplar gosta do trampo, veste a camisa.

Esse Post é continuação do outro e nada mais, é só a impressão d’um usuário, por vezes alguns procedimentos precisam ser repensados (e, olha, estou passando no meu serviço um “auê” por conta d’um e-mail que passei pra GTI em Brasília que você nem imagina, se não fosse meu chefe pra botar panos quentes eu estaria lascado só porque falei a verdade que eles lá não querem ouvir).

De resto, cito sim os nomes dos Bancos pô! Não tem jabá nenhum aqui. Como citei acima, é só um relato de vivência do que estou passando, talvez sirva de exemplo para alguém um dia.

🙂

 
18 Comentários

Publicado por em dezembro 17, 2011 em Uncategorized

 

18 Respostas para “Banco Público X Banco Privado (continuação):

  1. Malik Eben

    dezembro 31, 2011 at 10:47 pm

    I still can not quite assume that I could always be one of those studying the important ideas found on your site. My family and I are seriously thankful for your generosity and for giving me the advantage pursue our chosen career path. Thank you for the important information I managed to get from your web-site.

     
    • Proftel

      janeiro 6, 2012 at 3:15 pm

      Thank you, come back often!

      🙂

       
  2. Proftel

    dezembro 18, 2011 at 4:31 pm

    Colafina:

    “… Claro que é um direito de todo cliente fazer o que precisa dentro de uma agência, …”.

    Juro procê que nunca vi banheiro em banco kkkk.

    De boa kkkkkk.

    🙂

     
    • Colafina

      dezembro 18, 2011 at 4:37 pm

      Na Caixa tem, verifica aí.
      Na minha agência tem até um banheiro adaptado para necessidades especiais. É de lei. Mas aqui em nossa cidade parece que só a Caixa é obrigada cumprir a lei!! 🙂

       
      • Proftel

        dezembro 18, 2011 at 4:59 pm

        Colafina:

        kkkkkkkkkkkkkkk

        De boa, na Caixa só vi foi uma mesa cheia com salgados, café, uma garrafa com chá, copos, margarina, pães etc. , o tratamento foi ótimo (aliás, o café parecia o da patroa) mas, banheiro não vi, te juro, numa dessas “passou batido” minha observação porque esava mais preocupado com a conta do que com o visual kkkkk.

        🙂

         
  3. Colafina

    dezembro 18, 2011 at 3:55 pm

    Proftel e Robertão,
    Ninguém é obrigado a movimentar sua conta em banco que não seja de sua escolha. Quando uma empresa — qualquer uma, seja particular ou estatal, paga seus empregados através de um banco, ela formaliza um contrato de prestação de serviços, em que o banco é remunerado através de tarifas ou mesmo por produtos vendidos. Neste caso, o banco abre contas salário para os empregados dessa empresa, nas quais serão creditados os salários. Vocês podem solicitar ao banco — à Caixa, no caso do Proftel, a transferir o crédito (sempre total, nunca parcial) para o banco de sua preferência em que movimentem sua conta, SEM ÔNUS, ou seja, a transferência é gratuita, nenhum empregado nesta situação paga um centavo que seja pela existência desta conta salário.

     
  4. Colafina

    dezembro 18, 2011 at 3:46 pm

    Proftel,
    O cara do vídeo lá embaixo diz que acessou seu extrato pela Internet, que é uma ferramenta oferecida pelos bancos justamente para agilizar o atendimento / solução de dúvidas / serviços, etc., etc.. Vc é da área de tecnologia, sabe a banana que custa implantar e manter a estrutura informática envolvida. Obviamente os bancos cobram por isso, afinal, cobram até o ar que se respira nas agências.

    Assim sendo, não faz sentido aquele carinha sair da casa dele e se dirigir à agência para perguntar aquilo que poderia saber em 30 segundos acessando o site da Caixa. Além de pagar as tarifas que sustentam o Internet Banking, ainda gastou a locomoção até à agência e voltar, e se incomodar com o atendimento (correto, apesar de parecer absurdo!) e se dar ao luxo de gerar um vídeo como aquele, que só mostra que ele teve trabalho por nada.

    A recomendação nas agências é de orientar aqueles que não se utilizam das ferramentas que estão à disposição deles. Não sei nada sobre o cara, mas pode ser até que ele seja acostumado a isso, ou seja, procurar a agência para fazer o que pode ser feito pela Internet, vai saber. Claro que é um direito de todo cliente fazer o que precisa dentro de uma agência, mas convenhamos, o serviço pela Internet existe para facilitar a vida, e realmente facilita quando utilizado em todo os seus recursos.

     
    • Proftel

      dezembro 18, 2011 at 4:26 pm

      Colafina:

      O cerne da coisa está nas facilidades, em qualquer Banco pagaremos, eu sei, e muito mas, se o Banco facilita as coisas eu prefiro ele.

      O cara do vídeo é meio escroto, só coloquei porque parece com o “Firula” pra trolar.

      O que você disse sobre juntar contas, ter conta salário eu já sei, estou é tentando daqui três meses usar um Banco só. O atendimento no Banco do Brasil é horrível e precário, na Caixa daqui por conta do “mutirão” foi legal mas, o que pega no meu conceito é a forma de utilização na Rede, as duas instituições são tacanhas (pra dizer delicadamente). O Banco do Brasil exige instalação d’um programa que ferra teu sistema operacional, deixa a coisa travada de tudo, parece um “VPN” (e você sabe muito bem o que é isso), a Caixa vem com essa exigência idiota de senha na Rede, tem dó.

      Nem a DATAPREV que gerencia TUDO que há ligado à previdência faz esse tipo de exigência com senhas de funcionário (e olha que eles solicitam mudança a cada 15 (quinze) dias!).

      Porque “euzinho aqui” (como diz o Compadre Brancaleone), perdido entre milhões de correntistas preciso fazer uma porra de senha do jeito que eles querem?

      Daqui a pouco terei que fazer uma assinatura em “Arial”, “Arial Black” ou quiçá “Batang” do jeito que o Banco quer nos meu cheques?

      Tem dó!

      Cadê minha individualidade? Cadê meu discernimento? Irá prô saco só porque alguns incompetentes programadores não sabem escrever uma linha de comando pra facilitar a vida do correntista?

      De boa, você está no mesmo nível que eu, esses dias grilei com uns caras em Brasília e estou quase me lascando por falar a verdade.

      🙂

       
      • Colafina

        dezembro 18, 2011 at 4:47 pm

        “Veje” bem, Proftel: se sua conta for acessada indevidamente pela Internet (comprovadamente), o banco é responsável e vai ressarcí-lo do prejuízo. Clonagens de contas bancárias são mais comuns que a maioria de nós pode supor, então os bancos aumentam os procedimentos de segurança para proteger o seu patrimônio e dos clientes! Como através do Internet Banking eu posso — e um hacker também pode — fazer o que eu quiser com a minha conta, respeitando alguns limites operacionais, não me importo com algumas exigências meio malucas, afinal, é para a segurança do meu patrimônio!
        O Bradesco tem (ou tinha, pelo menos) um esquema que envolvia um cartão com códigos diários!!

         
        • Proftel

          dezembro 18, 2011 at 7:54 pm

          Colafina:

          Estava agora a pouco revendo mais de 500 fotos na câmara digital, por isso só encontrei seu comentário, agora e vou responder:

          Bicho, se tivesse uma conta com “troco” de noventa milhões nas “ilhas caiman” até exigiria essa putaria toda de senha.

          Sou um simples mortal, funcionário público percebendo menos de 2.000 reais por mês líquido, não tem essa de “segurança máxima” comigo.

          Você bem sabe que a Rede é falsa no que tange à segurança, caia na real, uma senha emitida pelo usuário vale mais que qualquer criptografia.

          Quer uma prova de que a Rede é falsa, leia mais sobre como os Iranianos fizeram o “drone” norte-americano descer, leia um pouco mais sobre o ataque às centrífugas nucleares iranianas.

          Verá que a guerra na Rede é maior, eles tão pouco ligando para correntistas pequenos, pensam “grande”, daí minha indignação na exigência.

          Se a Caixa Econômica Federal está preocupada em “pagar” cagadas, deveria cuidar primeiro dos caixas eletrônicos, remunerar e criar novas formas “anti-dinamitação” dos.

          De boa, assalariados e velhinhos não merecem as filas que enfrentam, muito menos essa sacanagem na Rede no que tange a senhas.

          🙂

           
          • Colafina

            dezembro 18, 2011 at 11:09 pm

            Bem, Proftel, vc há de convir que não tem como implantar políticas de segurança individualizadas, se vc hoje movimenta 2 mil, amanhã poderá movimentar 200 mil, e aí como fica? Se um banco tem 15 milhões de correntistas, existem no mínimo 15 milhões de possibilidades diferentes de problemas na movimentação das contas, acredite! rsrsrs

             
  5. robertao

    dezembro 17, 2011 at 8:51 pm

    também sou funcionário público e acho um absurdo ser obrigado receber em um banco que eles escolhem. desconfio (tenho certeza) que tem altos jabas! onde já se viu, ter que pagar taxas pra receber um dinheiro que é seu por suor?

     
    • Proftel

      dezembro 17, 2011 at 9:40 pm

      Robertão:

      Grato, pensei que estava sozinho nessa.

      🙂

       
    • Proftel

      dezembro 18, 2011 at 9:38 am

      Robertão:

      Aguarde um pouco, no máximo três meses, haverá mais uma continuação desse assunto, é uma “solução” que tenho na cachola.
      Mesmo que dê errado direi o que rolou.

      🙂

       
  6. Proftel

    dezembro 17, 2011 at 7:55 pm

    Já que o assunto tem a ver com juros e usura, talvez isso aqui interesse, é coisa meio “pesada”:

    “Penso que as instituições bancárias são mais perigosas para nossas liberdades que exércitos inteiros prontos para o combate. Se o povo americano permitir um dia que os bancos privados controlem sua moeda, os bancos e todas as instituições que nascerem ao seu redor, privarão todos de tudo, primeiro por meio da inflação, depois pela recessão, até o dia em que seus filhos acordarão sem casa e sem teto, sobre a terra que seus pais conquistaram” – Thomas Jefferson”

    Link:

    http://www.conjur.com.br/2009-jun-09/sumula-contratos-bancarios-contraria-principio-direito

    Juro que não encontrei a correlação do “Thomas” no link mas, taí, uma coisa levou a outra não sei bem como.

    🙂

     
  7. Proftel

    dezembro 17, 2011 at 5:32 pm

    Creio uma coisa preciso esclarecer sobre os “440 reais” de salário.

    Nesse salário concentro tudo que há de débito a saber: dois empréstimos (130+85), pensão alimentícia (370 = 33%) e plano de saúde (Ipasgo=+- 100 contos).

    Daí que dá tão pouco líquido.

    🙂

     
  8. Proftel

    dezembro 17, 2011 at 5:23 pm

    E tenho dito!

    🙂

     
    • Proftel

      dezembro 17, 2011 at 7:30 pm

      Pessoal, depois do que aconteceu com esse cara aí embaixo (que se parece muito com o Firula kkk), melhor esquecer e concentrar tudo lá onde faço minhas coisas decentemente, a cada “googlada” fico mais convencido:

      :-/

       

Obrigado pelo seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: