RSS

Atitude hipocritamente correta:

22 fev

Texto enviado pelo Compadre Brancaleone:

A atitude hipocritamente correta que se transforma no patrulhamento do pensar faz com que determinados comentários sejam considerados criminosos. Por aberrações assim é que comentar determinados fatos da atualidade ou da nossa história recente desencadeia reações duma minoria ruidosa, raivosa e havida por revanche.

Sou de certa maneira teimoso e não me acomodo facilmente e por isso toco em certas feridas já sabendo que “o bicho vai pegar” e por isso sei que argumentar sobre o regime militar vai incomodar alguns.

Imagine-se em 1966 ou 67 – voce é pai de família, classe média ou faltando muito pouco para ser classe média. Tem sua casinha própria ou consegue pagar aluguel num lugarzinho decente. Tem um emprego razoável. Tem um fusquinha 1200 ano 61 ou um Gordini ou até uma Vemaguete usados e graças a um bom rádio de ondas curtas e por ler jornais com razoável freqüência sabe o que acontece pelo mundo, especialmente em lugares longínquos como Cuba, China, Rússia, Hungria, Tchecoslováquia e similares.

Voce sabe que nestes lugares aconteceram mudanças radicais de forma de governo e que nestes países existem cartões de racionamento, relocações de populações inteiras, coletivizações forçadas, eleições nem pensar, imprensa livre muito menos e até o direito de ir e vir acabou-se ou seja, ditadura pura e simples e não importa de que ideologia.

Voce também fica sabendo que no Brasil tem gente querendo instalar aqui governos inspirados nos países que citei ou seja, você concluirá que vai acontecer aqui o que acontece lá.

Voce pode até pensar que aqui no Brasil poderia ser diferente. Que a forma de governo pretendida pela esquerda brasileira vai ser exercida por anjos ou semideuses lindos, puros, honestos e justos e que a degeneração ideológica que aconteceu naquelas países citados lá atrás jamais vai acontecer na terra do Pau Brasil. Mas você rapidamente conclui que a nossa esquerda é composta de seres humanos e que o idealismo inicial vai mesmo resultar no que você sabe que acontece na URSS, Cuba, Cambodja, etc. etc. etc.

Voce é claro vai preferir que fique como está e que alguém tem que fazer alguma coisa para que esta conversa de “proletários no poder” , de “ extinguir a propriedade” e de “coletivização dos meios de produção” fique mesmo lá pros estrangeiros que foram burros o suficiente para cair nesta conversa fiada e já que os milicos nacionais estão resolvendo do jeito deles, menos mal…

De volta a 2011…

Claro que não estou justificando os assassinatos resultantes da tortura. Morte sob tortura alem de ser covardia abjeta é uma tremenda incompetência. Torturador é torturador e pronto. Pode até ser anistiado mas anistia não é esquecimento. Esquecer erros históricos é correr-se o sério risco de repeti-los. Já os “rebeldes” que pegaram em armas e morreram, estes fizeram a opção de matar ou morrer. Foram lutadores, foram guerreiros e perderam (mal treinados, mal armados mas vá lá…) Quanto aos que buscaram “ asilo” – eufemismo para fugir – em Londres ou Paris demonstraram que eram comunistas mas não eram burros e nem puseram os pés em países comunistas…

.Estes “comunistas” exilados concluíram que comunismo era bom para o Brasil mas para eles o bom mesmo era Londres ou Paris…

Tambem sei que a realidade brasileira dos anos 60 e 70 incluía o coronelismo, latifundiários, pobreza, e com certeza eram necessárias mudanças políticas e econômicas mas daí descambar para a degenerância ideológica da esquerda que existia já era demais!!!!

Tudo o que eu escrevi é para mostrar que do ponto de vista de muita, mas muita gente mesmo, 64 foi uma boa e que de certa maneira a esquerda brasileira da época ou se julgava sobrehumana e não olhava o próprio rabo ( aqueles países já citados) ou achava que a população brasileira era composta de imbecis.

Não foi a censura da imprensa, nem o silenciamento das vozes da esquerda e muito menos o aparato repressor que impediram a imposição de governos de esquerda no Brasil. Claro que estes fatores contribuíram e muito mas, creio que a realidade inegável dos exemplos dos regimes de esquerda existente na época eram eloqüentes o suficientes para evitar-se a todo custo que coisa semelhante acontecesse por aqui.

E por favor, não me venham com ofensas baratas, me chamando de “filhote da ditadura”, “de rato da rua Tutóia” ou de “aposentado do CCC”. Como bem disse o Millor, “Livre pensar é só pensar”

 
10 Comentários

Publicado por em fevereiro 22, 2012 em Uncategorized

 

10 Respostas para “Atitude hipocritamente correta:

  1. Patriarca da Paciência

    fevereiro 24, 2012 at 2:20 am

    E, complementando o meu primeiro comentário, as esquerdas perderam algumas batalhas mas terminaram vencendo a guerra.

    Foram vitoriosos em todos os sentidos, não só politicamente como ideologicamente.

    Hoje a grande maioria dos brasileiros apoiam Lula e Dilma, legítimos representantes da geração que lutou bravamente contra a ditadura.

    E, melhora ainda, aprenderam a viver em tempo de paz e como conservar o poder, ou seja, aprenderam realmente a fazer política.

     
  2. Proftel

    fevereiro 23, 2012 at 6:43 pm

    Quanto ao texto do Compadre Brancaleone, postei por fazer parte da filosofia da casa, sugestão feita, Post publicado (a não ser que me passe despercebida a sugestão – coisa que pode acontecer, nem sempre dá tempo de ler tudo).

    🙂

     
  3. Jose Mario HRP

    fevereiro 23, 2012 at 11:53 am

    Alex, aqui um pouco de Santos e Baixada, a X 9 é de novo campeã!
    Desde 1944……algumas vezes campeã em Sampa e pouquinho do hino de guerra que se canta antes depois e nas vitórias e derrotas…..

     
    • Proftel

      fevereiro 23, 2012 at 6:41 pm

      HRP:

      Blz!

      Saudade da Baixada!

      🙂

       
  4. Jose Mario HRP

    fevereiro 23, 2012 at 9:57 am

    Seus defensores da ditabranda, mães da passeata da senhoras católicas e outros menos votados, esuqerdistas e pessoal “meia esquerda socialista” como eu!
    Bom dia.
    No momento estamos vivendo um regime republicano, alguém perdeu, alguém ganhou , o tempo passou e eu não SUPORTO mais essa coisa de rancor, pedidos de “JUSTIÇA”! e outros cahvões!
    Se o governo de Jango era um trapo, trapo era também o país a sua época, com o povo pobre, a inflação gigante, e a tal distribuição de renda ridicula .
    Claro que algo erstava errado no gov. Jango, claro que muita coisa da URSS era muito ruim, mas o país a época era um lacaio da pior espécie dos EUA!
    E os EUA, estavam fazendo aépoca uma guerra de extinção no vietnam, e derrubando todos os governos latino americanos que ousassem ser um pouco mais independentes
    Passou, passou!
    Os EUA ainda fazem aquilo tudo, a Russia é hoje bem menor, temos a China e sua gigantesca catastrofe ecologica por vir e nós ficamos marcando passo e olhando para o umbigo, acreditando em Serras, Kátias Abreu e outras ostras!
    Acordem, chega de achar que o passado pode ser modificado!
    Perdeu perdeu e nós temos mais é que ganhar e deixar um mundo melhor para a molecadinha!

     
    • Proftel

      fevereiro 23, 2012 at 6:48 pm

      HRP:

      Concordo contigo e digo mais, sempre achei um absurdo o tanto que pagaram de indenização até pra gente que só sentou em mesa de buteco junto com o pessoal da esquerda que meteu a mão na massa.

      Deixei de ler alguns colunistas por conta de saber o tanto que receberam de indenização.

      :-/

       
  5. surfando na jaca

    fevereiro 22, 2012 at 9:26 pm

    Seu comentário nada me causa de estupor. É uma avaliação a-histórica de um reaça. Agora, esse medinho de comunista justificou todas as anormalidades constitucionais do regime civil-militar. E não é possível separar a tortura da ilegalidade do regime ditatorial. Vc. pense como quiser, para mim não passará disso. Por que eu de me indignar com o ponto de vista de um direitoba?

     
    • BRANCALEONE

      fevereiro 22, 2012 at 11:19 pm

      Um reacionário para mim é um seujeito que percebeu que a revolução que ele ajudou a fazer não esta resolvendo nada e que as coisas estão piores que antes e portanto tá na hora de mudar de novo. Um “reaça” é um re-revolucionário, um sujeito que quer “pular etapas” ou pelo menos, voltar ao que funcionava antes…
      E qualquer governo ditatorial é ilegal, não apenas os de direita e nem a tortura é exclusividade da direita. Voce Surf é letrado o suficiente para saber disso.
      Não que eu considere a direita o ápice da perfeição ideológica. Tem defeitos e muitos.
      A direita é ruim sim, mas ainda assim é melhor que a esquerda…

       
  6. Patriarca da Paciência

    fevereiro 22, 2012 at 1:21 pm

    O Próprio Lula já declarou que agradece ao destino não ter ganho as primeiras eleições a presidente porque, com as idéais que ele tinha na época, certamente não teria dado certo.

    O Chico Buarque já declarou algo semelhante.

    Eu, sinceramente, nunca defendi ditadura do proletariado ou coletivização forçada.

    O que acontece é que as esquerdas brasileiras evoluiram e muito, o que não aconteceu com a direita.

    A direita continua com a mesma lenga-lenga da total liberdade de mercado, total liberdade para o capitalista, que o povo é burro, merece ser enganado , só trabalha debaixo de chicote etc.etc.

    Aí é que está a diferença.

    A esquerda evoluiu, se adaptou, aprendeu a fazer política, provou que a maioria das suas teses estavam corretas e aceitou que algumas deveriam ser abandonadas.

    Já a direita continua com sua fé fundamentalista no mercado e nos “heroizões”.

     
    • BRANCALEONE

      fevereiro 22, 2012 at 11:09 pm

      A esquerda evoluiu sim. Mudou até de rumo e localização. Agora eles são pós-comunistas ou pré-capitalistas. O governo petista da Dilma aprendeu que para ter dinheiro para distribuí-lo à título de “programas sociais” são necessários impostos cobrados de quem produz ou seja, a direita.

      Muitos esquerdistas tambem evoluiram e adotaram as atitudes ruins da direita – vide zés dirceus, genoinos “et caterva”.

      A direita não tem heróis, pelo menos não para mim. Temos os nossos bandidos úteis, homicidas justificados e similares e admitir isso exige muita auto-crítica, coisa que a esquerda não faz. Continuam dizendo que Che era “grande sujeito” e a parte mais alucinada da esquerda chega a considerar Chávez (o palhaço da Venezuela, não o do México) um neo-esquera…

      A direita evoluiu sim. Dos primórdios da Revolução Industrial até hoje as coisas mudaram. 1968 fez a direita pensar e mudar. A globalização esta mostrando suas falhas…

      A direita evolui por ser um sistema humano, biológicamente viável.

       

Obrigado pelo seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: