RSS

E-mail a um ex aluno:

01 mar

Vários ex-alunos são contatos no Messenger, estão hoje espalhados pelo mundão (literalmente falando).

Caras pra quem lecionei quando tinham até no máximo 15 anos, alguns acompanhei por quatro anos. Sabem como eu sou, fizeram muitas aulas práticas de campo comigo nesse tempo nunca com menos de 45 alunos, a cada dois meses em média e, sempre utilizando ônibus circulares “de linha”. Nunca aluguei buzum pra levar meus alunos.

Era uma escola particular e se juntassem todos os pais, 90% do PIB da cidade e uns 8% (ou mais) do PIB do Estado estariam lá representados.

O e-mail abaixo enviei para um desses alunos. O cara é formado em Engenharia Elétrica, fez especialização nos EUA, residiu em Israel e hoje está na Alemanha (foi de lá que conversamos).

O cara disse que não encontra a mulher ideal (por conta da religião dele, se bobear nunca “deu uma”).

Conheço bem o garoto e a família, gente intelectualizada ao extremo, “crâneos” mesmo.

Durante a conversa ponderei com ele ouvir Juca Chaves (e ele disse que nunca tinha ouvido! Nem conhecia!).

Ouviu, pelo jeito gostou e se despediu falou que estava terminando um trabalho de madrugada, prometi enviar o .mp3 por e-mail e resolvi escrever isso a ele (troquei os nomes) :

 

“Lucas,

Você sabe que sou da década de 60.

Nos anos “70” os adolescentes tinham uma visão de mulher representada na música de Juca Chaves dentre outros como Chico Buarque, Vinicius de Morais, Tom Jobim dentre outros feras.

Hoje nos anos “2010” a diferença é brutal, ouça os dois arquivos (o do Juca Chaves já te mandei um link do You Tube, você já ouviu)* , compare com o outro arquivo, o “Menina” ** .

Infelizmente chegamos a isso.

Eu brinco muito dizendo que estou no “terceiro casamento”, estou mesmo, não escondo de ninguém.

Dei duas “cabeçadas” antes de conhecer a Carmo (com quem estou casado a 20 (VINTE) anos)!

Você como cientista deveria muito bem saber que a ciência é feita com tentativas e acertos. Por mais sublime que seja a fórmula matemática nunca você conseguirá em campo ou no laboratório replicar aquele idealismo lógico obtido na prancheta ou calculadora.

Chegue perto daquela que se aproximar dos seus parâmetros e, meta as caras, verá que antes de “comer um quilo de sal juntos” você não conhece a pessoa direito.

Por vezes, uma pessoa que você acha que não tem nada a ver com você será sua “outra metade”.

Pense bem, os opostos se aproximam, todo grande cara intelectual ou científico tinha atrás de si uma grande mulher que cuidava das contas, dos filhos, fazia comida, adminstrava a casa, segurava o chifre como no caso do Einstein.

Não procure alguém intelectualmente igual a si para constituir família, pode crer que ela estará pensando no projeto dela e você no seu quando estiverem na cama, isso não funciona, famílias não funcionam assim desde que o porrete foi inventado e continuaos iguais, sempre há um homem caçador e uma mulher por trás para suprir a prole, cuidar da casa.

O grande segredo Lucas, são os olhos. Eles são a janela d’alma.

O dia que você trocar olhares com uma moça e sentir “algo mais” só de olhar nos olhos dela, pode crer, É ELA!

Pode crer ainda que esse “algo mais” não tem nada a ver com abaixo do umbigo muito pelo contrário, se parece mais com um frio na boca do estômago, um arrepio nos pelos dos antebraços, um zumbido nos tímpanos.

Bom, é o que lhe posso dizer desses quase cincoenta anos de vida muito bem vividos, tomara que lhe sirva pra alguma coisa o relato.

Bração aí. ”

* http://www.youtube.com/watch?v=oI9BZijS-_A

 

** http://www.youtube.com/watch?v=Ys1jCLdedxo

🙂

 

 
18 Comentários

Publicado por em março 1, 2012 em Uncategorized

 

18 Respostas para “E-mail a um ex aluno:

  1. Patriarca da Paciência

    março 3, 2012 at 7:04 am

    Acho que sobre vida a dois, uma das melhores definições que conheço é esta música:

    Bridge Over Troubled Water (tradução)
    Johnny Cash

    Ponte sobre águas turbulentas

    Quando você tiver cansada
    Poucos sentimentos
    Quando houver lágrimas nos teus olhos
    Eu irei exugá-las

    Eu estou do teu lado
    Quando o tempo maltratar você
    E os amigos não puderem ser encontrados
    Como uma ponte sobre águas turbulentas
    Eu irei me colocar
    Como uma ponte sobre águas turbulentas
    Eu irei me colocar

    Quando você estiver pra baixo
    Quando você estiver na rua
    Quando o anoitecer é difícil
    Eu irei confortar você

    Eu tomarei tua parte (isto é, ficarei do teu lado)
    Quando a escuridão chegar
    E o sofrimento estiver ao redor
    Como uma ponte sobre águas turbulentas
    Eu irei me colcoar
    Como uma ponte sobre águas turbulentas
    Eu irei me colocar

    Navegue, Garota de Prata,
    Navegue
    Seu tempo está ficando claro (brilhante, bom)
    Todos teus sonhos estão a caminho
    Veja como eles brilham
    Se você precisar de um amigo
    Eu estarei navegando ao teu lado
    Como uma ponte sobre águas turbulentas
    Eu irei confortar tua mente
    Como uma ponte sobre águas turbulentas
    Eu irei confortar tua mente

     
    • Proftel

      março 3, 2012 at 11:32 pm

      Patriarca da Paciência:

      🙂

       
  2. Patriarca da Paciência

    março 2, 2012 at 6:09 pm

    Eu estou casado faz trinta e um anos com a mesma mulher. Acho que a palavra chave é mesmo companheirismo e tolerância.

     
    • Proftel

      março 3, 2012 at 11:36 pm

      Patriarca da Paciência:

      Compadre Brancaleone, HRP, eu, Surf, estamos todos nessa, encontramos nossas “caras metades” por mais cabeçadas que algum de nós tenha dado.

      A molecada de hoje nem tenta, preferem ficar na casa dos pais (tanto aqui quanto nos EUA ou Europa).

      Lascou!

      :-/

       
  3. Patriarca da Paciência

    março 2, 2012 at 5:46 pm

    Esta daqui também tem tudo para atrair a atenção do Fred:

    “Um chimpanzé teria planejado ataques a visitantes do zoológico onde é mantido, em uma das evidências mais fortes já coletadas até hoje de comportamento cognitivo, ou racional, em animais.”

    http://www.bbc.co.uk/portuguese/ciencia/2009/03/090309_chipanze_plano_rc.shtml

     
  4. Patriarca da Paciência

    março 2, 2012 at 5:24 pm

    Esta outra notícia é bem preocupante:

    “A Academia de Ciências Médicas da Grã-Bretanha está pedindo ao governo que estipule regras mais estritas paras as pesquisas médicas envolvendo animais. O grupo teme que experimentos envolvendo transplante de células acabem criando anomalias, como macacos com a capacidade de pensar e falar como os humanos.”

    http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2011/07/110722_macaco_pesquisa_falante_mm.shtml

     
    • Proftel

      março 4, 2012 at 1:30 am

      Patriarca da Paciência:

      A cada experiência surge um político, a merda garra aí.

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkk rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs :- ))))))))))))))))))))))

       
  5. Patriarca da Paciência

    março 2, 2012 at 5:14 pm

    Desta o Fred ia gostar,

    Vejam só:

    “Uma pesquisa de cientistas americanos indica que as fêmeas de uma espécie de chimpanzé exageram as manifestações de prazer em relações homossexuais quando estão diante de outros animais que elas consideram importantes.”

    http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2012/03/120302_chimpanzes_sexo_dg.shtml

     
  6. Patriarca da Paciência

    março 2, 2012 at 10:04 am

    Uma gafe que vai ficar histórica,

    José Serra não sabe o nome do Brasil:

    http://www.revistaforum.com.br/blog/2012/03/02/estados-unidos-do-brasil-o-pais-em-que-o-serra-vive/

     
    • Proftel

      março 2, 2012 at 5:44 pm

      Patriarca da Paciência:

      Essa foi dukarai!

      Pode crer, o cara tá lascado na próxima campanha.

      hehe.

       
      • Patriarca da Paciência

        março 2, 2012 at 6:13 pm

        Pois não é, Proftel,

        será que o cara tem alguma chance?

        Estou achando que o PSDB está otimista demais ou se iludindo muito.

         
        • Patriarca da Paciência

          março 2, 2012 at 6:29 pm

          Um comentarista do You Tube escreveu que foi a bolinha de papel que estragou o cérebro do Serra.

          Outro comentou que quando o Serra era menino (a Tia Carmela conhece as maldades do Zezinho desde os tempo da Mooca) o Brasil ainda chamava-se Terra de Santa Cruz.

           
  7. Jose Mario HRP

    março 2, 2012 at 7:14 am

    Surf e demais colegas :
    O blog da mulher do “Brilhante Ustra”!
    Os caras estão desafiando o ministro da defesa e a Dilma!

    http://www.averdadesufocada.com/

     
  8. Jose Mario HRP

    março 1, 2012 at 11:56 pm

    Lembrem desse nome de um promotor de justiça , hoje politico e ideologo da justiça para os ricos:
    http://www.viomundo.com.br/politica/eduardo-suplicy-e-ivan-valente-repelem-afirmacoes-de-rodrigo-capez.html

     
  9. Jose Mario HRP

    março 1, 2012 at 11:28 pm

    Crioulos mil, casamentos tive dois, o primeiro a sirio libanesa, hoje ainda solteira, mas rica e bela , cinquentona, e depois a minha ruiva e minha companheira de sempre!
    Hoje a mulherada manda e desmanda?
    É como os homens de outros tempos…..
    Vou ver os cachorros se estão bem……Companheirismo , o,Alex conseguiu, eu idem, mas tá dificil!

     
    • Proftel

      março 2, 2012 at 5:45 pm

      HRP:

      O Compadre Brancaleone também conseguiu, tá no comentário abaixo.

      🙂

       
  10. Brancaleone, Broncão para os chegados...

    março 1, 2012 at 3:12 pm

    To no segundo casamento. Vinte e poucos anos muito, muito bons mesmo.
    A patroa me acompanha na montanha russa da vida profissional e financeira. Moramos em barracos de obra, conteiners adaptados, tendas, casinhas, casas e nos últimos 10 anos, num lugarzinho até que bom. Não teve cafundó deste país e algumas republiquetas vizinhas em que ela não esteve comigo- até onça ela encarou por mim (era um filhote, nem um ano tinha mas onça é onça…)
    Porque o meu primeiro casamento aguentou 4 anos e o segundo pra mais de 20 eu não sei. Não faço a menor idéia dos porques de relacionamentos darem certo ou não. Acho mesmo que qualquer um que saiba o que realmente é um relacionamento jamais se casa…
    O divertido é isso. As coisas acontecem (ou não acontecem) por fatores alheios às vontades das partes. Cada parte dum casamento é uma parte. Se uma delas tiver que mudar demais para se amado pela outra, não vai dar certo.Ninguem deixa de ser o que é por muito tempo. Pode até mudar aqui e ali, mas mudanças radicais duram pouco.
    Hoje ela é a “diretora financeira” da casa. Tudo o que recebo entrego a ela. Peço a ela trocados pro Marboro e pra gasolina. Faz uns 8 anos que não nos apertamos com grana. Não sobra muito, mas não falta. Merecimento dela.
    Não tenho a menor idéia do porque estamos juntos e felizes a quase um quarto de século.

     
  11. Proftel

    março 1, 2012 at 1:46 am

    O relato é real e foi de agora pouco.

    🙂

     

Obrigado pelo seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: