RSS

Notas de Luto:

30 jul

Recebi vários e-mails do pessoal que trabalhou com meu pai a saber:

1- Fabio Feldmann

2- Maria Aparecida Rangel

3- OABSV < sao.vicente@oabsp.org.br >

4- João Winther

5- Jarbas Penteado (Macedo de Camargo)

6- Jose Pedro (de oliveira costa)

7- Adriana (Mattoso)

Agradeço a todos mas, gostaria mesmo é de receber e-mails ou confirmação de que meu pai está no pedaço (lá no Céu) do Dom Apparecido José Dias – ex Bispo de Registro), do Padre João XXX (João 30 de Cananéia) e do Arnaldo Paschoalino dentre outros que se foram.

PS* O primeiro e o último não foram “justiçados”, só há um link para o João XXX a saber:

http://nomeiodopovo.blogspot.com.br/

🙂

 
4 Comentários

Publicado por em julho 30, 2012 em Uncategorized

 

4 Respostas para “Notas de Luto:

  1. Alba

    agosto 1, 2012 at 9:37 pm

    Proftel, receba meus pêsames pelo passamento do seu pai encantador. Era um homem realmente impressionante.

     
    • Proftel

      agosto 4, 2012 at 2:24 am

      Alba,

      Grato!

       
  2. Proftel

    julho 31, 2012 at 12:30 am

    Meu pai em primeiro lugar era devoto de Nossa Senhora, ele não me perdoaria começar algo sobre ele sem citar isso primeiro.

    Em segundo lugar, meu pai fazia questão de dizer que é Polonês de sangue nobre, nossa estirpe remonta à saída d’um Chefe da Guarda Real Polonesa e uma Princesa Polonesa quando Napoleão invadiu a Polônia.

    Pode crer que ele pesquisou isso a fundo, até a orígen da mãe que é judia (Bochnie ou coisa parecida – se bem que também da parte da minha mãe há de orígem austríaca por parte de avó um “Rosfellner” antes do “Schacherl”

    Bom, nossa origem está por aí, da parte do meu pai (Antonio Teleginski) está comprovada a tradição verbal por conta d’uma irmã dele que virou mormom e conseguiu microfilmes comprovando a genealogia.

    Da parte da minha mãe (os Schacherl/Rosfellner) ainda darei um jeito de comprovar.

    Tomara que na minha busca não se me depare com a mesma coisa que o Edmond Safra que é de Aleppo.

    Há muitas desgraças nessa geração (minha) e estamos todos vivos até agora, não precisamos de mais desgraças (que foram inúmeras, pode crer – não há ninguém com um osso inteiro ou músculo não suturado).

    Voltando à infância,

    Minha mãe ficava com uma Variant 71 branca, meu pai com um Dodge Charger RT 1971, isso é o que eles tinham além do fusca pra andar pela cidade.

    Foi nesses carros que aprendi a dirigir.

    Até 1984 meu pai era um próspero Advogado dono de duas imobiliárias (uma em São Paulo e outra em São Vicente-SP).

    Meu pai comprou feliz um fuscão azul escuro 1.500 1972, chegou em casa feliz, tinha ganho um puta ação como advogado no Mato Grosso! Esqueceu o o Charger na garagem (ele já tinha uma casa com 30 metros de frente por 40 de “fundos” que abrigaria a família toda).

    Nessa época tocou a Mineração Manoel Luiz Dias como Advogado, levantou a firma da falência e comprou uma briga insana com

    Não foi bem isso que aconteceu, ele continuou trabalhando, trabalhando, trabalhando e, trabalhou de graça para o Governo, foi aí que se lascou, se tornou assalariado.

    Um cara que impediu o Governo do Estado de São Paulo de gastar horrores em precatórios se foi sem nenhum “tchuns”.

    Isso é que doi.

    Ninguém da família quer grana nenhuma, porra nenhuma, eu sou concursado em Goiás no Estado e num Município como Professor P-III, meu irmão é Oficial de Justiça em São Paulo, minha irmã é também concursada no Judiciário de São Paulo, minha mãe aposentada como Professora no Estado de São Paulo e aposentada também como Advogada.

    Não é isso que a Família quer, é só reconhecimento pelo que meu pai fez ao Estado.

    O tanto de grana que ele economizou levantando aquelas grlilagens de 1923 do italiano na Juréia, a do russo no litoral norte e as outras, só isso.

    Um dia essa História será escrita.

    🙂

     
  3. Proftel

    julho 30, 2012 at 11:35 pm

    Parece que tiraram uma costela que estava em cima do meu coração, a música pra definir isso é essa por enquanto:

    :-/

     

Obrigado pelo seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: